Arquivo para janeiro \27\UTC 2010

Esse ano eu prometo

Ano Novo, cara nova….todos fazemos promessas tão intimas, que o mundo seria até um lugar mais interessante se isso tudo acontecesse mesmo…Por mais que eu tente ser uma pessoa mais legal esse ano, ou mais dedicada…é da minha natureza ser quem eu sou, então pra que mudar???? esse ano prometo ser o mesmo…as vezes sério, as vezes não…

Tempo perdido

O sorriso no meu rosto consegue esconder a minha insatisfação, mas não sei por quanto tempo mais vai durar esse encontro social. Não pensei que o gosto da decepção fosse tão amargo. Espero que as coisas voltem a ser como antes. Mas parece que a esperança é a penúltima que morre.  O pior de tudo é que quando for tarde demais, estaremos distantes, pois nunca paramos de subir os degraus…pena que não são todos que conseguem nos acompanhar…mas quem sabe quando eu chegar lá em cima…eu te espere???? Quem sabe…

Indignação

As formigas me chamam de louco porque peguei minha mochila e fui embora sem muita explicação.
fi-lo porque qui-lo, segundo o famoso livre arbítrio.

A viseira invisível está aí. Tampando os olhos destes tão normais. É a novela da Globo. É o almoço no horário certo. É a internet a cabo.
antes uma cigarra louca que gosta de cantar na chuva, do que uma formiga operária que vive no conforto de um lar de mentiras e trapaças.